Seis vinhos joaquinenses são premiados no Concurso Mundial de Bruxelas

  • 0
Concurso-Mundial-de-Bruxelas1

Seis vinhos joaquinenses são premiados no Concurso Mundial de Bruxelas

Tags : 

Concurso Mundial de BruxelasSeis rótulos joaquinenses  são no 11º Concurso Nacional de Vinhos Finos do Brasil 

Os resultados do 11º Concurso Nacional de Vinhos Finos do Brasil – Concurso Mundial Bruxelas-Brasil foram anunciados na noite deste domingo, durante um jantar realizado para convidados no Costão do Santinho, em Florianópolis. O concurso conferiu medalhas a 45 dos vinhos inscritos.

Foram 9 medalhas Grande Ouro, 24 de Ouro e 12 de Prata. Os exemplares do Rio Grande do Sul respondem por 62% dos vinhos premiados: foram 28 vinhos gaúchos contemplados com medalhas, sendo 7 Grande Ouro, 16 de Ouro e 5 de Prata .

Por Norma Ramos

Santa Catarina, estado sede do concurso, soma 10 vinhos entre os premiados, sendo um deles com Grande Ouro, 5 com Ouro e 4 com Prata. As demais 7 medalhas conferidas foram para vinhos de Pernambuco (4, sendo uma Grande Ouro e uma Ouro) e Minas Gerais (3 medalhas, sendo 2 Ouro e uma Prata).

Os jurados (especialistas brasileiros e estrangeiros) degustaram às cegas e dentro dos critérios internacionais adotados pelo Concurso Mundial de Bruxelas (o maior concurso do mundo), nos dias 3 e 4 de junho.

Veja a tabela com todos os premiados:

Concurso Nacional de Vinhos – CMB Brasil 2014 – Resultados finais

 

GRANDE OURO

Zanella Merlot 2011 – Vinícola Zanella

Casa Valduga Raizes 2010  –  Casa Valduga

Casa Pedrucci Brut Millésime 2010  –  Vinícola Pedrucci

Valmarino Cabernet Franc 2011  –  Vinícola Valmarino

Rio Sol Reserva 2011  –  Vinícola Santa Maria

Ponto Nero Brut  –  Domno do Brasil

Perini Champenoise  –   Vinícola Perini

Cave Pericó Brut Nature 2010  –  Pericó

Chardonnay Reserva 2012  –  Góes e Venturini

 

OURO

Casa Valduga Gran Leopoldina Chardonnay D.O. 2012  –  Casa Valduga

Perini Quatro 2009  –  Perini

Perini Marselan 2010  –  Perini

Venturini Cabernet Sauvignon Reserva 2012  –  Góes e Venturini

Campos de Cima Brut  –  Vinícola Campos de Cima

Dunamis Nature 2012  –  Dunamis Vinhos

Salton Talento 2009 – Vinhos Salton

Casa Geraldo Brut 2013 – Casa Geraldo

Casa Perini Prosecco Paralelo 8 2011 Dunamis Brut 2012  –  Perini

Casa Pedrucci Brut Tradicional  –  Vinícola Pedrucci

Bueno Bellavista Estate Pinot Noir 2012  –   Miolo Wine Group

Kranz Merlot 2010  –  Vinícola Kranz

Dunamis Cor Merlot/Cabernet Sauvignon 2011 –  Dunamis Vinhos

Stellato Rosé Brut 2012  –  Vinícola Santo Emilio

Salton Evidence  –  Vinhos Salton

Villa Prando Brisa do Mar Brut Tradicional  –  Villa Prando

Monte Pascoal Dedicato Chardonnay 2012 –  Vinícola (Monte Paschoal)

Arte Chardonnay 2012  –  Casa Geraldo

Ponto Nero Celebration Moscatel  –  Domno do Brasil

Nubio Sauvignon Blanc 2013 –  Sanjo

Casa Pedrucci Nature –  Vinícola Pedrucci

Chardonnay D’Alture Lounge 2012  –  Vinícola D’Alture

 

PRATA

Rio Sol Moscatel Espumante  –  Santa Maria

Kranz Cabernet Sauvignon 2011 – Vinícola Kranz

Guatambu Rastros do Pampa Tannat 2013 –  Guatambu

Vivere Brut Champenoise  –  Goes e Venturini

Salton Intenso Marselan/Teroldego 2011 – Vinhos Salton

Casa Geraldo Merlot 2012  –  Casa Geraldo

Rio Sol Cabernet Sauvignon 2012  –  Santa Maria

Suzin Cabernet Sauvignon 2009  –  Vinícola Suzin

Nubio Cabernet Sauvignon 2007  –  Sanjo

Maestrale Cabernet Sauvignon 2007  –  Sanjo

Casa Valduga Arte Tradicional Brut Rosé 2013  –  Casa Valduga

Missões Moscatel Espumante 2013  –  Vinícola Fin

 


  • 0

Casa do Vinho de São Joaquim serviu vinhos finos de Altitude para a CBF

Tags : 

Casa do Vinho - São Joauqim (1)

Da Redação São Joaquim Online com informações da FCF.

Confederação Brasileira de Futebol provou os melhores vinhos finos de São Joaquim e região.

 

Presidente da FCF Delfim Peixoto ao lado do Chairman da Casa do Vinho Vison Borges na escolha dos vinhos que serviram à CBF.

Presidente da FCF Delfim Peixoto ao lado do Chairman da Casa do Vinho Vilson Borges na escolha dos vinhos que serviram à CBF.

O Presidente da Confederação Catarinense de Futebol Delfim Peixoto esteve pessoalmente na casa do vinho para escolher refinadamente os melhores vinhos de Altitude da Serra Catarinense para servir os Membros a CBF, em especial o Presidente da Confederação Brasileira de Futebol o senhor José Maria Marin.

O Evento fez parte da comemoração do 90 anos da Confederação Catarinense de Futebol que foi sediado na cidade de Balneário Camboriú nesta última quinta-feira (03) no Infinity Blue Spa e Resort.

O Presidente da Federação Catarinense de Futebol, Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho, anfitrião do momento extraordinário, teve a honra de receber entre os convidados o Presidente da Confederação Brasileira de Futebol e do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo FIFA Brasil 2104, José Maria Marin e Presidentes de Federações de oito Estados, além dos Vice-Presidentes e toda cúpula diretiva da CBF.

Entre as autoridades que prestigiaram o evento, esteve o Comandante Geral Polícia Militar, Coronel Nazareno Marcineiro, o Vice-Prefeito de Balneário Camboriú, Claudio Fernando Dalvesco, os Senadores Casildo Maldaner e Paulo Bauer, o Diretor de Futebol Profissional do Ministério do Esporte, Ricardo Gomyde, que representou o Ministro Aldo Rebelo, o Presidente da Fesporte, Erivaldo Caetano Jr., Representando o Governador Raimundo Colombo e o Presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Joares Ponticelli.

A cerimônia iniciou com a homenagem do Presidente da Federação Catarinense de Futebol entregando uma placa de agradecimento ao Presidente da CBF, José Maria Marin. Em seguida foram homenageados os ex-Presidentes da CBF e da FIFA, Dr. João Havelange [ex-presidente da FIFA] e da CBF, Dr. Ricardo Terra Teixeira.

Vinhos finos de Atitude sendo servido em evento à CBF e demais ilustres convidados

Vinhos finos de Atitude sendo servido em evento à CBF e demais ilustres convidados

Entre os servidos se destacaram os Vinhos Cave Pericó, Taipa Pericó, Suzin Saugvignon Blanc, Rose Villa Francioni, Plume Pericó, Comendador Villa Francioni, Zelindo Suzin, Utopia QSM, Minerato Pericó e Maestrale da Sanjo. A Copa do Mundo é somente em em junho mas quem marcou o golaço foi a Casa do Vinho ao servir à CBF os vinhos finos de altitude e alavancar cada vez mais o potencial explorado pelo fortalecimento dos vinhos e da região.