Dúvidas sobre o vinho

duvidas

Vinho; Quanto mais velho, melhor?

Não, necessariamente. Todos os vinhos morrem um dia. Resta-nos saber quando isso ocorrerá. Alguns morrem em 100 anos, outros em 50 anos, outros apenas em 2 anos. O ideal é que se tome o vinho em sua “melhor” idade. É verdade que alguns vinhos, quando mais evoluídos, se tornam mais interessantes e complexos. Mas eles também, se não forem tomados a tempo, inevitavelmente, morrerão. Outros, como alguns tipos de vinhos brancos, mantêm suas melhores características se tomados jovens e frescos.
Quanto tempo o vinho dura após aberto?

Depende do vinho. O grande problema do vinho que foi aberto é que ele entra em contato com o oxigênio, presente no ar. Este irá oxidar o vinho rapidamente. Dessa forma, o vinho aberto, para melhor conservar suas características, deve ser guardado de preferência, com o vacu-vin, um equipamento que tampa o vinho e retira o ar de dentro da garrafa. Em geral, vinhos mais estruturados tendem a durar mais, pois resistem melhor à oxidação do que vinhos mais leves, como os brancos, por exemplo. Em resumo, os espumantes guardados com tampa de pressão, podem ser conservados por alguns dias na geladeira, os brancos e tintos é aconselhável guardar de um dia para o outro, os licorosos, como o vinho do Porto, podem agüentar mais tempo abertos.
Que defeitos um vinho pode ter?

Os vinhos podem apresentar defeitos originais da qualidade inadequada da uva e de problemas com sua elaboração e conservação, e ainda da rolha. Entre os defeitos mais freqüentes, citam-se principalmente a oxidação, principalmente de vinhos brancos; a acidez votátil, particularmente dos tintos; raro gosto de ovo deteriorado e de produtos sulfurados, causado por substâncias à base de enxofre; e o herbáceo, devido a taninos de má qualidade e de uvas verdes. O gosto de rolha, em geral, causado pelo tricloroanisol, caracteriza-se por descritores aromáticos que lembram papelão molhado.


Leave a Reply